#ChamadosParaOrar: obstáculos para oração

“Quando estenderdes as vossas mãos, esconderei de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei; porque as vossas mãos estão cheias de sangue.”
Isaías 1:15

“Ó Senhor Deus, quem tem o direito de morar no teu Templo? Quem pode viver no teu monte santo? Só tem esse direito aquele que vive uma vida correta, que faz o que é certo e que é sincero e verdadeiro no que diz. Ele não fala mal dos outros, não prejudica os seus amigos e não espalha boatos a respeito dos seus vizinhos. Ele despreza aqueles que o Senhor rejeita, mas trata com respeito os que o temem. Ele cumpre o que prometeu mesmo com prejuízo próprio, empresta sem cobrar juros e não aceita suborno para ser testemunha contra pessoas inocentes. Aquele que age assim estará sempre seguro.” Salmos 15:1-5

Quem deseja ter uma vida de plena comunhão com Deus, precisa acima de tudo estar limpo, lavado pelo sangue de Cristo Jesus, o sangue que nos purifica de todo pecado. Se se estivermos sujos, o Senhor não nos ouvirá. A santidade é uma busca diária de separação do pecado. Veja agora alguns obstáculos que surgem na vida de oração:

1. Mãos sujas se sangue: estar no lamaçal do pecado. Todo pecado é uma violência à Deus! Sabemos que todos nós pecamos todos os dias. Mas se não estivermos justificados, aceitando Cristo como nosso Salvador e seguindo Seus mandamentos, nossas orações não serão ouvidas pelo Pai. “Todo o que odeia a seu irmão é homicida; e vós sabeis que nenhum homicida tem a vida eterna permanecendo nele.” 1 João 3:15

2. Língua: praticar a mentira, ofensa, maldição, difamação contra o próximo, etc. Se temos o Espírito Santo habitando em nós, nossos lábios não falarão abominações que ferem à Deus, pois a boca fala do que está cheio o coração. Portanto, temos que nos encher cada vez mais de Deus! Assim conseguiremos controlar o que há de mais perigoso em nosso ser: a nossa língua! “Porque as vossas mãos estão contaminadas de sangue, e os vossos dedos de iniqüidade; os vossos lábios falam a mentira, a vossa língua pronuncia perversidade.” Isaias 59:3

3. Relacionamento distorcido: coisas erradas e desentendimentos com o próximo, seja na família, namoro, casamento, etc. “Como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, se fazeis o bem e não temeis nenhum espanto. Igualmente vós, maridos, vivei com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais frágil, e como sendo elas herdeiras convosco da graça da vida, para que não sejam impedidas as vossas orações.” 1 Pedro 3:6

4. Desobediência a Palavra: não ter uma vida de acordo com a Palavra de Deus. Somos fracos e limitados sim, mas devemos andar em humildade e obediência ao SENHOR, pois é Ele quem trabalha em nós. Devemos buscar a restauração e regeneração do nosso ser à cada dia, o NOVO homem feito à imagem e semelhança de Cristo. “O que desvia os seus ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável.” Provérbios 28:9

Você está satisfeito com a sua vida de oração?

Reveja estes conceitos e reconcilie-se com o Pai! Enquanto há tempo!

“Quem se entrega ao pecado para de orar. Mas aquele que ora para de pecar.”

“Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar e ORAR, buscar a minha face e se afastar dos seus maus caminhos, dos céus o ouvirei, perdoarei o seu pecado e curarei a sua terra.” 
2 Crônicas 7:14

Os comentários estão desativados.