Posts com tag “Temor ao Senhor

EU SOU DO MEU AMADO

por  Paulo Junior.

 

[Fonte]


O temor ao Senhor

Um mandamento freqüente ao povo de Deus do Antigo Testamento é “temer a Deus” ou “temer ao Senhor”. É importante que saibamos o que esse mandamento significa para nós. O temor de Deus não é pavor irracional. É respeito e reverência de uma apreciação das qualidades de Deus. Ele é santo, justo e poderoso, qualquer ser humano deve sentir respeito profundo para com o Criador e Juiz de todos (2 Crônicas 19:7-9). O verdadeiro temor de Deus leva o crente a crer e confiar exclusivamente nEle para a salvação. É fundamental reconhecer a Sua santidade, justiça e retidão como complemento do seu amor e misericórdia;  compreender plenamente quem Ele é (Provérbios 2:5).

Razões para temer a Deus

1) Primeiramente, se realmente tememos ao Senhor, temos uma vida de obediência aos seus mandamentos. Uma das razões por que Deus inspirou temor aos israelitas no monte Sinai foi para que aprendessem a desviar-se do pecado e a obedecer à sua lei (Êxodo 20:20).

2) A Bíblia declara freqüentemente que “O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria” (Salmos 111:10; Jó 28:28; Provérbios 1:7). Visto que um alvo básico na educação dos nossos filhos é que vivam segundo os princípios da sabedoria estabelecidos por Deus (Provérbios 1:1-6).

3) O temor de Deus tem um efeito santificante, que inspira-nos a evitar o pecado e desviar-nos do mal (Provérbios 3:7; 8:13; 16:6). Ele é puro e purificador (Salmos 19:9);  é santo e libertador.

4) Se tememos a Deus, nós o adoramos e o glorificamos como o Senhor de tudo (Salmos 22:23). O temor do Senhor motiva o povo de Deus a adorá-lo de todo o seu ser.

5) Deus recompensará a todos que o temem. “O galardão da humildade e o temor do SENHOR são riquezas, e honra, e vida” (Provérbios 22:4). Deus nos dará proteção da morte (Provérbios 14:26,27), provisões para nossas necessidades diárias (Salmos 34:9; 111:5), e uma vida longa (Provérbios 10:27).

6) O Novo Testamento vincula o temor de Deus ao conforto do Espírito Santo (Atos 9:31). Os que temem a Deus e guardam os mandamentos dEle têm experiência profunda de proteção espiritual na sua vida, e da unção do Espírito Santo (Salmos 33:18,19). Confere segurança e consolo espiritual.

“Estes, pois, são os mandamentos, os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR, vosso Deus, para se vos ensinar, para que os fizésseis na terra a que passais a possuir; para que temas ao SENHOR, teu Deus, e guardes todos os seus estatutos e mandamentos, que eu te ordeno, tu, e teu filho, e o filho de teu filho, todos os dias da tua vida; e que teus dias sejam prolongados.” Deuteronômio 6:1-2

“O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria; bom entendimento têm todos os que cumprem os seus mandamentos; o seu louvor permanece para sempre.” Salmos 111:10

“Quem te não temerá, ó Senhor, e não magnificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso todas as nações virão, e se prostrarão diante de ti, porque os teus juízos são manifestos.” Apocalipse 15:4


[fonte/ler+]